quarta-feira, março 01, 2006

PELA MANHÃ















Um raio de sol inunda a cama
Os pássaros cantam ao desafio melodias
Olhei para ti
Estavas nua
Dormindo
Nua e bela
Não resisti
Poisei meus lábios em teus seios quentes
Sorriste
Tuas mãos envolveram-me
Poisei a cabeça em teu peito
Sentia teu coração dizendo compassado
Amo-te! Amo-te! Amo-te!
Sorri
Afaguei teus cabelos
Beijei teus olhos
Acordaste sorrindo
E o teu sorriso é a luz que me dá força

Poesia de barcoantigo 02/12/2002

2 comentários:

Ana disse...

Um poema de entrega........onde a união de alma é mais forte que a união fisica. Onde os passaros e o coração, entoam melodias de amor.

Alguém! disse...

Como o sonho é bom e não nos magoa, não é? eu sonho tantas vezes, quem sabe um dia não é realidade...mas como um dia quero ouvir essa palavra com toda a sua plenitude e sinceridade, essencialmente muito sentida....
Beijinhos e obrigada por ires ao meu blog...apesar da URl tua e minha nao apareceram em condiçoes, nao percebo porque
http:quemestaai1.blogs.sapo.pt...tenho conta no blogger,senao nao podia entrar....ate ja