segunda-feira, dezembro 25, 2006

E, porque o tempo é um tempo de LUZ...


Existiu um tempo na minha vida em que se falava de luz…

E porque hoje neste dia que demora a passar, me recordo de ti MÃE.
Porque me ensinaste a LUZ verdadeira.

E porque tantas vezes aqui me sinto tentado a partilhar esses ensinamentos.

E porque acho que chegou a hora, quando todos partimos já…


SOBRE O PODER PSÍQUICO…

É um poder que provém da mente humana. Constitui-se de fluidos que são manifestações da energia cósmica (primária).
Através dele tudo se faz, tudo se transforma, tudo se muda.
Quem o souber utilizar é poderoso entre os homens.
Muitos são já os homens que o utilizam.
Uns para fins úteis a todos. Úteis à humanidade. Outros, utilizam-no só em proveito de uns quantos. Estes são maus utilizadores de uma energia, um poder, que afinal deve estar sempre ao serviço da humanidade, uma vez que é uma ínfima partícula do Cosmos (Deus) a quem tudo pertence (mesmo o simples ar que envolve o planeta).
Os homens, embora admitam para si que existe tal manifestação de energia, temem-na, e por isso, geralmente a negam, a ridicularizam. Brincam com ela.
É como brincar com o fogo, pois tal como ele, nunca se sabe o que pode acontecer (afinal o fogo é uma demonstração do cosmos).
Quando o homem utiliza essa energia deve saber o que está fazer, para assim a controlar. É como o homem que ateia uma fogueira no mato; terá de ter precauções; tudo sob controlo. Mas é difícil controlar aquilo que não se vê, não se sente, não se cheira, não se ouve.
Por isso se cometem tantos erros!...
Tu utilizas uma energia frequentemente. Muitas vezes, quando todos os teus sentidos humanos estão sintonizados na mesma onda, na mesma ideia, para o mesmo fim, etc. tu controlas essa energia. Porem, quando só parcialmente os teus sentidos, para alguma coisa que queres, se direccionam, parte da energia é desperdiçada.
E mais: essa energia vem do teu suporte físico, material: o teu corpo. Assim tu desgastas o teu corpo sempre que o utilizas. Isso a somar ao desgaste inerente à actividade do teu corpo para que se mantenha em funcionamento (vivo) faz com que envelheças. Inevitavelmente. Assim, não há, nem houve como dizem os teólogos, uma época possível para o homem em que viva no paraíso, quer dizer, imortal.
Para se ser imortal não se gasta energia. Pelo menos a “nossa” energia. Assim, muitos dos espíritos (mentes) daqueles que foram homens, alimentam-se da própria energia dos vivos (sugando-lhes a vida) acreditando serem assim imortais. Outro erro!...
É um erro tal pensamento! Serão imortais entre os homens e espíritos entre o cosmos, estando assim impedidos de ascender ao cosmos, reciclando a matéria primária. São estes espíritos, por isso, os verdadeiros desperdícios. Não têm lugar nem entre os homens nem entre a ENERGIA que os criou (Deus).
Tudo isto que te explico é, no cerne, mais complexo, pois a complexidade existe por não haver termos de comparação. Esses termos de comparação, são aqueles que entre os homens lhes permitem o conhecimento, a sabedoria, o código para a comunicação.

Vejamos o comunicar:

EMISSOR --------MENSAGEM----------RECEPTOR
(código)
(canal de comunicação ou Meio/Médium)

RECEPTOR-------Descodifica a mensagem de acordo com os termos de comparação: eles serão a linguagem, a simbologia, o abstracto ou o real. Mas sempre partindo daquilo que existe e se conhece.

Continuando:

Como os homens têm estes limites, é-nos difícil pôr por palavras humanas ideias e realidades que os homens nem sequer conseguem imaginar. Damos pistas, indícios para que essa parte (intelecto) do homem possa progressivamente recorrendo à fantasia, ao sonho, ao imaginar, ao recriar, reconstituir a mensagem original que nós enviamos aos homens. Por isso muito do que dizemos parece em teoria acessível e na prática uma utopia. E muito do que parte na mensagem original chega até vós deturpado. Mas acontece que o nosso propósito é apenas o de vos ensinar a controlar vossa energia fluídica, de modo a não a desperdiçar, por um lado garantindo a máxima longevidade de vosso corpo, dando assim tempo e espaço para vos enriquecer em sabedoria, e por outro, como consequência, uma vez atingida a sabedoria, (evolução) após o abandono do corpo regressais à energia original (cosmos/deus/pai) reciclando-a, em vez de como milhões entre vós, ficando como fantasmas assombrando os vivos para deles vos alimentardes, afinal na vossa ignorância de espíritos, acreditando serdes imortais, serdes únicos. Não sois. Sois sim pequeníssimas partículas de um todo. De um “Todo-poderoso”.
Na vossa evolução passais por muitos estágios, fases. Uns utilizando a sua energia são mais bem sucedidos do que outros. Porquê? Pois porque a controlam e a utilizam comedidamente, recuperando essa energia na forma de experiências enriquecedoras, sabedorias. Sois Homo Sapiens, o que significa homens sábios. Sabedores. De sabedoria. Pois sede-o. Enriquecei-vos. Não desperdiceis o que tanto vos faz falta. Nem espaço, nem tempo, nem energia. Vivei nos vossos limites, porque mesmo o sonho tem limites, o maior limite do sonho é o acordar para a realidade. Quando dizeis que não há limites para saber ignorais o limitado que é o próprio sonho. Que provem de vós mas não pode sair de vós.

Voltando à expressão:

“ Para se ser imortal não se gasta energia”

Perguntareis:

- Então como se “vive” se somos feitos de diferentes fontes de energia combinadas e que para se manterem combinadas se consomem umas ás outras?
(gastamos energia sempre que nasce ou morre cada célula, cada parte de célula, e assim progressivamente do infinitamente pequeno (célula) ao infinitamente grande (todo o nosso corpo).

-Ou: -Então que energia gastamos?

-Ou: - Seremos de facto imortais?


Respondo-te:

Quando a luz vem do sol, viaja milhares de quilómetros. Continua a ser luz e a ser um pedaço do sol. Mas não é o sol. É apenas luz. Não deixa de ter grandeza, e é insignificante se comparada com a origem.
Assim são todas as coisas, vivas ou inanimadas. Assim é o homem. Compara a metáfora. Repara:

Sol----Deus/Cosmos/Criador/Pai/ etc, etc, etc.

Luz---Homem/vegetais/animais/pedra/etc, etc, etc.


Dirás: Não serve o exemplo. A luz não retorna ao sol

Verdade: A luz não retorna ao sol.
O homem retorna a Deus.

Porquê?

Simples. A luz retorna é a deus. Faz parte do cosmos e é apenas mais uma manifestação como partícula. Tudo retorna ao pai. Tudo retorna na forma de energia, reciclando-se. A luz transformada em milhões de coisas diferentes, retorna ao pai juntamente com as coisas que a absorveram.

Ex.:
- Clorofila nos vegetais
- Calor
- Fotão
- Infravermelho
- Ultravioleta
- Espectro
- Etc.

Cada um destes elementos reage física e quimicamente nas coisas vivas e inanimadas, não é verdade? Após o ciclo próprio a cada espécie, família, género, retoma, transformada é claro, mas retorna. Continua a fazer parte do todo.

Também o homem retorna ao Pai. Mas transformado. Não leva o corpo. Este ficou na terra, entrando já logo após a morte, na reciclagem. A mente (espírito) essa ainda terá que se transformar em energia pura, em luz. Levará o tempo que for necessário.

Repara: um único fotão não se vê. Milhões vêem-se, medem-se, sentem-se. Reunidos são energia, separados um a um são partículas descaracterizadas.

O homem ao desencarnar continua na sua forma original (espírito/mente/pensamento) a estar vivo. Por isso ele é já desde o início do seu ciclo um imortal. Mas um imortal que não tem nada a ver com o homem que foi entre os humanos e as coisas vivas da terra. Ele é já uma parte do universo transformada:

Primeiro……………………………………foi homem
Depois……………………………………...espírito
A seguir……………………………………luz/energia
Finalmente…………………………………reuniu-se ao criador.

-Obs. Completou o ciclo: recicla-se, irá ser depois parte ou um todo de outra manifestação qualquer, mas não na terra. Neste planeta completou a sua 1ª etapa evolutiva.

Perguntarás: Então tudo volta ao original, mesmo as pedras? Os animais que tu comes?
Não. Não é assim. Se assim fosse, tudo o que conheceis no teu mundo seria 1º: coisa (como um esquema):

1º- Homem----pedra----coelho
2º- Espírito----00000----00000
3º -Luz----luz----luz
4º -Original de novo----original-----original

- Falta o espírito não é?

- Como vês é o espírito que te distingue de todas as manifestações de energia.
- Só os humanos têm esta faculdade de serem espíritos.
Faz parte da ORGANIZAÇÃO CÓSMICA

- Tudo o que existe está programado para uma tarefa específica. As pedras voltam a ser pedra. Os coelhos, coelhos. Só o homem é que, quando reciclado, não volta a ser homem. Vai antes, com toda a sabedoria que alcançou, ou seja, a poderosa energia que construiu, reunir-se ao Pai para entrando nele, sendo absorvido com todas as informações que transposta o tornar mais e mais poderoso.
Dirás que o Pai é a imagem de um gigantesco computador, vai acabar por estourar quando já não conseguir absorver mais informações.
Seria o contrário da explosão original. Seria a implosão. Do infinitamente grande voltava a ser infinitamente pequeno. E “do nada se fez tudo”e “do tudo se fez nada” são expressões bíblicas correspondem respectivamente ao Génesis (criação) e ao Apocalipse (destruição).
Não é assim.
Vai continuar a usar essas informações na criação. Vai continuar a criar. Afinal, não nascem todos os dias animais, plantas etc.?. não nascem todos os dias novos humanos? A “Natureza” não continua a nada morrer, nada criar, tudo transformar?

Medita sobre estas informações. São pistas. Nem sempre é fácil tornar o infinitamente grande em infinitamente pequeno para que o possas absorver…


Boa noite,

I.

Fotografia Google

8 comentários:

Sandra C. disse...

Estando eu a passar esta tarde sozinha ao sol, "que não é sol é luz" a tentar não pensar em nada passo pelo "Memórias Virtuais" e eis que fiquei em alvoroço!
Como deves imaginar não é facil entendender o que escreveste. Tu mesmo dizes no final que são pistas, informações para meditar.
Mas explica-me João, ajuda-me a entender:
durante 22 anos, 7 meses, 13 dias por onde tem andado o espírito de minha mãe?!
É que para não pensar de uma forma fria de que apartir de um certo dia tudo se acabou, foi engolida pela terra e pronto foi o fim. Meti na minha cabeça e quiz acreditar que ela estava num sitio melhor e que de lá estaria a olhar por mim. Que é a minha luz que me guia. E é isto que me conforta.
A minha mente está confusa ...
"Só o homem é que, quando reciclado, não volta a ser homem" "...vai antes reunir-se ao Pai", "não nascem todos os dias novos humanos?"
Onde anda o espírito de minha mãe, Joao?

Maria disse...

João

Fiquei presa à leitura do texto, embora não partilhe das tuas conclusões / hipóteses de análise.

Teria tantas perguntas a fazer, tantas questões a colocar, que prefiro guardar o texto e tentar eu mesma procurar as respostas...

Não deixa de ser um texto de amor dedicado à tua Mãe...

Um abraço

joão marinheiro disse...

Cara Sandra C.
Perdoa-me o ter revelado estes escritos tão guardados faz anos...
Achei que era, é chegado o tempo de eles também “nascerem” para a luz. Não foram escritos por mim. Mas quase. Sou um mero ouvinte observador. São textos psicografados ou recebidos, dos muitos que tenho, de um outro tempo em que me reunia com a Mãe, ela me dava um abraço. Hoje o abraço existe por dentro de mim, talvez difícil de explicar, talvez difícil de entender, porque a nós que aqui estamos de passagem nem tudo nos seja revelado, para assim sermos livres de aprendermos pelos nossos próprios erros e pela nossa própria inteligência.
Este não será com toda a certeza o local para te explicar algumas coisas, aclarar ideias, tens forma de me encontrar, porque existem palavras que não devem ser ainda públicas, porque como digo não são inocentes, ou o seu tempo ainda o não é...
Perguntas-me onde anda o espírito de tua mãe. Pergunta de difícil resposta. Faço outra pergunta: -entendes a tua mãe como um espírito que não morre na separação do corpo?
Assim é. Sempre partindo daquilo que existe e se conhece.
Dizes a dado passo e cito:
” … Meti na minha cabeça e quis acreditar que ela estava num sitio melhor e que de lá estaria a olhar por mim. Que é a minha luz que me guia. E é isto que me conforta…
Efectivamente também assim é. Não se apaga tudo num abrir de olhos, temos ligações que perduram pela eternidade. “Muitos os chamados alguns os escolhidos”, efectivamente só alguns escolhidos tem a permissão, o dom gratuito de estabelecerem a ponte, o tal receptor como no esquema apresentado, ou o desenvolvem ao ponto de usarem a tal energia, o tal poder psíquico.

Se pudéssemos dar a devida, a necessária atenção para dentro de nós, se não estivéssemos tão absortos, tão ocupados, tão globalizados, tão cheios de ruídos fúteis, se, pudermos parar, e escutar o silêncio que vem de dentro, se pudermos escutar o coração. (Não encontro outra palavra para definir, e temos de ter algo para visualizar, assim o coração é a chave que simboliza tudo, a emoção, o amor, etc…) Vamos descobrir respostas maravilhosas e surpreendentes. A tua mãe está lá!

Abraço meu.

Sandra C. disse...

Obrigada João pelas tuas palavras.

Minha mãe só pode estar num lugar bom, porque quem dá a vida para salvar outra só pode ser uma escolhida!

Um abraço :)

Sandra C.

Ana Luar disse...

A partilha do texto mostra a grandiosidade da tua alma... e mesmo não entendendo grande parte dos feixes de luz apresentados(perdoa a minha ignorância)... o que somos... e para k viemos... saberei sempre respeitar toda e kualker opinião mesmo k não vá de encontro à minha.
Beijo João... pelo k és!

tb disse...

:) chegou o tempo de luz!!!!

mar... disse...

"Alma dorme na pedra, sonha no vegetal, agita-se no animal e acorda no homem".
Obrigada em compartilhar ensinamentos tão pessoais... que somente poderiam ter sido entregues à um filho por uma mãe iluminada!!!
Seu texto apresenta coragem em falar sobre a LUZ verdadeira, quando muitos nem sabem que o são.

Kuska disse...

De facto a luz é a fonte de vida. Tb acredito que estejamos neste sítio como se de uma escola se tratasse, e voltaremos quantas vezes necessárias para aprender o que realmente significamos. No fim seremos somente luz liberta de todos os sofrimentos, que o corpo nos provoca.
Beijo