domingo, setembro 10, 2006

…Deixa que te ame assim desta maneira, diluído na distância
Este amor novo que me consome...

6 comentários:

A Cor do Mar disse...

As vezes a distância dilui, outras parece que corre pra lá e pra cá num vai vem desesperado ...Um Beijinho do coração, amigo da Berlenga;)*

Ana Luar disse...

Se a distância nos dilui até acredito... mas não concebo que consiga diluir o amor.
Por isso... é tão fabulosamente bom amar.
Ama... ama muito... pk o amor é a essência da vida.

Beijo eterno.

happiness...moreorless disse...

adorei o teu blog e do que li gostei especialmente do post "O importante a tua chegada..."

parabens, tens um espaço lindissimo...
vou passar mais vezes se nao te importares

beijinho

APC disse...

Vou embandeirar essas palavras.
'Bom encontrá-las já sentidas.
Para acreditar que há quem as sinta.
Para eu sentir que pode até ser...
Para eu não deixar de crer já hoje.
Para que tudo o seja por um pouco mais.

Amores de ausência feitos já são o meu terreno. Estranho terreno!, que de terreno não tem nada.

Su disse...

amar na distancia.....
jocas maradas

APC disse...

Acabo de te citar no meu blog, como te disse que o faria.
Obrigada! :-*