quinta-feira, junho 14, 2007

Chego tarde. Sempre tarde
Um dia perco o caminho e já não chego a lado nenhum...

7 comentários:

mar... disse...

ONTEM E HOJE

Suas palavras tristes...
Coincidiram-se com um pesar
...Meu e solitário!

Aqui aportei-me,
Sem definição de rosto cor ou nacionalidade
Sem qualquer ficha de procedência,
Assim...
Deixou-me ficar!
Afinizamo-nos valiosamente na sensíbilidade e ao amor
às palavras, sem mais nos sabermos!

Nunca confessei!...

Mas as palavras chamam-me sempre
Em rastros de brisas, perfumes e alegria ou
Infelizmente com muito sentir
Há... as que poderiam diluir-se em pó... Feitas em fel à asfixiar quase mortalmente os olhos e coração de qualquer olhos ao ler.

Mas busca-las, leva-me sempre a uma compreensão mais ampla dos meus próprios sentires, assim como de quem... em livres palavras expoem-se em tristeza sub-humana pecando... ao confundir irreal ao real , contexto de seu próprio mundo!

Asas imaginárias...
Sem noção e entendimento
Soterram-se a si mesmos,
Tristemente em compor poesias vertida e pervertidas de seu próprio ser!

Agradeço ao meu querido poeta (com respeito... pois, sinto-me quase à aniversáriar nesta linda casa!...
Onde encontrei afeto, generosidade e igualdade!
Sempre que a vida real me trouxer o tempo possível estarei aportando e comentando
Com as palavras que o Poeta sempre e sempre mereceu
Uma luz intensa de paz e amizade!................

...
Outra confissão Poeta!...
Sempre dou uns pequenos giros...
São muitas casa, muitas portas abertas e furtivamente uma flor sempre consigo pegar!

Um abraço em desabafo (apenas e unicamente meu).

Phoenix disse...

Quem disse? Nunca é tarde e chega-se sempre a qualquer lado. Os sinais encontram-se dispersos por todo o lado e o que procuras até pode estar mesmo aí ao alcance das tuas mãos,debaixo de uma pedra qualquer no teu caminho. Talvez se continuares a andar encontres esse sonho irresistível..apenas precisas de andar sempre!

"Pressinto que continuamos fora do essencial e que as razões das circunstâncias só servem para nos afastar dos egnimas que estão à frente das coisas e que nos caberia decifrar. Porque algumas vezes a simplicidade até parece que emana do andamento da vida e que bastaria um pequeno gesto de espírito para passarmos para o lado de lá de tantas incomodidades que nos fazem viver como se tivéssemos calçado dois números abaixo da forma da alma"
(António Alçada Baptista, in O riso de Deus)

Bruna Pereira disse...

Mesmo quando se chega tarde, há sempre alguém que se atrasa também. O mundo é uma questão de minutos esquecidos.

:)

CNS disse...

E será que em lado nenhum haverá o tarde demais?

isabel mendes ferreira disse...

um abraço.







porque nunca é tarde para dizer PRESENTE.

Maria disse...

Chegarás sempre.
Porque um marinheiro nunca se perde, assim....

tb disse...

pareces a alice no país das maravilhas...:)
sabes que chegarás sempre, mesmo que te percas, João!
beijinho com tempo e sem desvios :)