domingo, janeiro 21, 2007

Porque temos tão pouco tempo no tempo que temos...




Que faz falta ter tempo para viver o tempo. O nosso tempo hoje!
Ficam as palavras do Pedro Bial, hoje. Simples como uma simples passagem...

5 comentários:

mar... disse...

o vazio aí... é o mesmo vazio daqui!!!
boa noite marinheiro e poeta!

AMMedeiros disse...

A morte é a constante da vida, a vida é a constante da morte. A morte dá sentido à vida para que a vida possa dar sentido à morte...

Um beijo

Morgaine disse...

Ai João.. acho que o autor desse filme não soube viver a vida em plenitude. Para quê, para quê pergunta ele.. e Porque não? E o tempo, até o temos só que muitas vezes é passado a realizar coisas que não importam.. o autor do videoclip perdeu tempo a pensar naquilo tudo? Viver vale a pena, e chegar ao fim, seja ele qual for pensando "que coisas belas eu vivi e aprendi" e agora vou aprender para outra vida! A morte não passa de uma saída, uma saída em grande e uma passagem por uma porta para algo que nínguem conhece.

mar... disse...

Parabenizo-te pelo post...
Pedro Bial é uma pessoa linda e pública...!
Publicamente, com toda simplicidade... deixou fugir de sí mesmo um sentimento pessoal diante da perda de um grande amigo que tanta graça fazia ao seu e aos nossos corações! Findava-se então dolorosamente uma grande amizade sem qualquer explicação! Em sua dor momentâneamente... questiona toda e qualquer repreensão diante de se viver plenamente a vida como se fosse um último ato à ser vivido neste grande palco terreno, onde atuamos sem nenhuma previsão de quando seremos retirados... sem o direito ao grande adeus!!!
Grande Bial... sensível ao seu coração!
um abraço poeta

Y. disse...

um beijo fora de q.q. tempo. para que perdure...
para que eu possa ler.te. sempre.




______________
______________


(Piano)