sexta-feira, outubro 26, 2007

Invento...



Invento um mundo sem tamanho ou margens
e aqui sou eu que vivo encerrado na muralha
as palavras são um tempo paralelo onde existo
O facto importante é que tenho demasiada saudade tua
e só a mágoa a disfarça


João 2007
Foto de Barcoantigo

6 comentários:

Maria disse...

Não sei se a mágoa disfarça a saudade, acho que a acentua.....
...mas viver rodeado de água (sem estar encerrado) é tão bom.....

Um abraço a olhar o Bugio...

M. disse...

" vivo encerrado na muralha"

Escreve-te e EVADE-TE.
A saudade será sempre a tua musa.

Beijo

Mar disse...

O bugio ...

Ana Luar disse...

Um texto consciente dos grilhões implantados ao coração. O coração não sobrevive sem liberdade João.

Devolvo-te o beijo... desta vez com aromas de mulher.

M. disse...

Tão bonito!

APC disse...

Pois... E que disfarce este, que é apenas mais do mesmo!...
Belíssimas palavras, amigo.
Um grande abraço, deste lado.