quinta-feira, novembro 23, 2006

12 comentários:

algevo disse...

Obrigada por todas as palavras que partilhaste por aqui comigo.
Seria isso.

I.

Ana Luar disse...

O mesmo que te digo sempre...

Gosto de ti!


beijo eterno amigo marujo...

A. disse...

...se se se.Apenas um (se)...


Amanhã estás aqui,mesmo á
chuva e sem memória...poderás sempre (cantar)...que tal?







________...não digas isso.Não.
Quero-te cá.Amanhã.Aqui.
Promete!
:)

Claudia disse...

Não vás...Fica...

APC disse...

Que percorri contigo a cidade (a tua, a minha), que vi o teu farol, que conheci os teus barcos - e tu, acreditarias?... -, que, antes de me permitir o sono, li as tuas histórias, e os amores e as saudades e as memórias que não perdeste no meio das que se foram, e tudo o mais que me faltaria sempre se um dia o perdesse depois de o ter encontrado. E que tu és uma pessoa especial, um menino muito querido e um Homem muito bom.
E que espero por ti amanhã.
E boa noite.
Abraço amigo.

Menina_marota disse...

o mar não morre...marinheiro!

Fica a saudade... eu sei que conheces essa palavra, mais do que uma palavra... esse sentir...


Até amanhã...João Marinheiro Presente... ;)

Morgaine disse...

Se? Se Se Se... se tu morresses amanhã eu teria de saber primeiro que ias morrer para saber o que te ia dizer hoje. Partindo de principio que sei que vais morrer amanhã, dir-te-ia que adorei conhecer a tua pessoa e que quando estivesses lá em cima te tornasses no meu anjo da guarda e continues a trazer-me as tuas histórias quanto mais não seja nos meus sonhos.
Mas como não sei se vais morrer amanhã porque ninguém sabe do seu destino digo-te que vivas cada dia como se fosse o último, na maior plenitude, guardando todo o seu sabor e proclqmares como é bom viver. O resto será... e não tem nada que dizer, porque a morte, nao tem palavras para descrever e cada morte pertence apenas a cada um, é o seu momento mais intimo e mais secreto onde nenhum vivo pode chegar. Nem sequer as palavras que te diria adiantavam...

Beijos e simplesmente, "não morras". Fazes-me falta.

tb disse...

Não morres, porque ficas em mim.
Abraço imortal

MARIA VALADAS disse...

O que digo hoje.....Um BLOG espectacular!

Voltarei!

Bom fim de semana.........
Maria

Maria disse...

Aproveita os minutos que te restam e faz tudo o que te apetecer.
Bom fim de semana

Mar... disse...

várias vezes me perdi na frente desta tela... queria encontrar algo em palavras que trouxessem ao meu ser o que meu ser sente...! estranhamente sentir e escrever é um desafio... pois o sentir é tudo uma grande loucura, mas sentir o quê...? você narra em perfeitas e siméticas palavras o amor, as vezes me pergunto...amor pelo quê? ou se existe realmente um porquê!Que importa são palavrar... tuas palavras... mas quando às leio tornam-se também minhas palavras. Quero sempre te ler, pois só assim existirei...

Maria disse...

por ondes andas marinheiro que não publicas os posts?
Beijo