sábado, fevereiro 17, 2007

das palavras V...



Só tu me fazes voltar ...

…Escuta meu amor o som da levada no rio
Sente meu amor o calor do sol nas tuas mãos
Embriaga-te meu amor do perfume das magnólias na janela do teu quarto
- Ah meu amor! - Meu amor!
Se eu pudesse oferecer-te o mundo!

Só o tempo nos permite amadurecer o amor
Só o tempo lhe dá a idade da maturação
O apurar das formas
O gosto dos aromas
O tempo meu amor…

Escrevo-te pela madrugada
Porque a madrugada é o tempo dos amantes
E eu gosto de te sentir na madrugada
No frio das serras
No gelo branco dos prados
Escrevo-te pela madrugada
Na hora dos amantes.

Regresso lentamente serpenteando a serra meu amor
Esta é uma viagem da saudade
E vou devagarinho na ida
É tempo de partidas
Só tu me fazes voltar…


João marinheiro fevereiro 2007
Fotografia de Barcoantigo

3 comentários:

nena disse...

e acho bem que voltes,tens muito ainda pra escrever e deliciar quem esvoaça á tua volta.toma lá juntamente cúm beijinho.

viajo num tempo infinito
p´ra lá de todos os meus vastos horizontes
sobrevoando planícies, vales e montes
inundando os rios, os mares e as fontes
viajando neste meu tempo infinito
enraizada em barro, pedra e granito
neste çéu azul onde eu habito

tb disse...

Sim o tempo tem essa propriedade...
como tu a de escreveres bem.
Beijo cheio daquele tempo que é o nosso

Maria disse...

Apetece-me dar um GRITO!!!!