quarta-feira, outubro 04, 2006


Esperava-te.
Hoje tardas...
Nunca chegas!
Fotografia de Barcoantigo

12 comentários:

APC disse...

Perfeito!
:-*

PS - também tava com saudades da tua alma, confesso!:-)

Anónimo disse...

Mas isso não se faz!
Eu chego sempre.E a horas.

Um fantástico resto de dia para ti.

Elsa

Morgaine disse...

há de chegar.:) e mais vale tarde do que nunca. Olá de novo Joao Marinheiro :) bjss

Claudia disse...

Só vi agora meu João. E desculpa comentar assim. Mas até me ri... E dizes tu que não tens fãs!!!
Como todos queremos que as palavras sejam escritas para nós...
Mas depois há coisas que só nós é que sabemos...

Beijo de até logo

Anónimo disse...

Engano seu minha cara Claudia.

Por mim respondo que não sou dessas meninas sôfregas por palavras belas e meladas...(risos) Tenho os pézitos bem assentes na terra e uma boa dose de bom senso que me faz sómente procurar blogs que me distraiam e principalmente me façam pensar e aprender.Se o autor é simpático/a, tanto melhor.
Se o incomodo com os meus comentários gostaria que fosse o próprio a referi-lo...

Uma boa noite para todos.
Sejam felizes.

Elsa

joão marinheiro disse...

Bom...Carissima Elsa, o meu blog não é um forum, e depois também não me senti incomodado com os teus comentários, mas parece que ficaste algo incomodada com os comentários da amiga Claudia. A diferença ente os vossos comentários: ela sei quem é, tem um blog onde comento, tu és anonima, portanto assumes qq identidade. Isso faz toda a diferença entendes. O meu blog tem o meu endereço de mail assim , para não se correr o risco de eu apagar comentários anónimos, o que já tenho feito, sugiro que qq duvida ou sugestão me escrevas directamente para lá. desculpa esta maneira de falar mas gosto das coisas bem clarinhas,
Abraço deste lado.

Anónimo disse...

Peço desculpa a ambos pelo sucedido.Não volta a acontecer.

Elsa

Morgaine disse...

ai a mim quem me dera que uma certa pessoa me dissesse aquelas palavras.. seriam sinal de saudade, de vontade de me ver e abraçar. Tá mal...! ao menos nesta vida não se pode ter o que se quer? mas poorrquuuêeeeeeeeeeeeeee???

Ana Luar disse...

A paciência é uma virtude meu querido João.
Jinhos:)

Su disse...

opss tenho de escrever/dizer.... as pessoas tal como a elsa, quando fazem um comentario caro joão , estão a Leste dos sentimentos que possam existir entre ti e os outros comentadores..

.alem disso esse blog que mencionas não está aqui linkado e como tal só quem o lê é que poderá entender....

.. além disso a tua amizade pela claudia não faz com que possas te responder pelo comentario directo à tua amiga claudia... ela sabe escrever e dizer também o que pensa....os meninos pequenos é que necessitam quem ods defenda e esperam por isso sentados....entendes

acho dispensavel um ataque tão cerrado da tua parte...como o dizes aí ela é tua amiga, mas nem por isso pode-se rir de quem gosta de ler.te gratuitamente, mesmo sendo anomino...afinal houve tempos que tambem o foi, no sentido de desconhecido....

.. pelos vistos a dor só cresce em ti....

jocas maradas e nada de se melindar, já não tenho idade nem paciencia para "fãs", amores mal resolvidos e só bonitas palavras, a vida é mais que isso..

acho que o sabes...........

pssttt volta a ler os comentarios , o da claudia , da elsa e o teu e vÊ bem se tem nexo o teu ataque....e pensa q ninguem se conhece, tudo isso não seria normal.a resposta dada pela elsa

...jocas maradas sempre e pstttt nada de melindres ok?

joão marinheiro disse...

Olá Su, continuo a dizer que o meu blog não é um forum, e tu tambem estás a leste de muitas coisas minha amiga...Nem tudo o que parece é...nem todos os anónimos são verdadeiramente anónimos...nem todas as amizades que parecem são verdadeiramente amizades...E tambem não sei linkar os blogs ou lá que seja, nem me importo. Descansa que por cá não existem amores por resolver, nem ataques cerrados nem nada disso, o blog é meu, faço o que quero e escrevo como quero, agora se me dizes para não ficar melindrado não fico claro que não, se fosse pessoa de me rir, ria, mas não sou. Noto é que se confundem muito as coisas. Sabes continuo a achar que por cá por este mundo virtual existe uma grande falta de amor entre as pessoas. Todas querem as palavras escritas para elas, ou um amor como nos livros...No entanto o escritor assume várias faces. O poeta é um fingidor. O joão marinheiro ausente não existe, é fruto da imaginação. Agora que revelo isto se calhar o blog perde a graça, deixo de me lamentar com amores por resolver como dizes no teu comentário...Não me importo, até porque estou a ficar farto deste jogo virtual...
Abraços para ti deste lado.

Lata Mágica disse...

Visitando pela primeira vez de varias vezes.
Parabéns pelas imagens escolhida.

Willam & Odilene